Feb 02, 2021 

BEBÉ E MAMÃ - QUAL É O MELHOR LEITE PARA O MEU BEBÉ?

BEBÉ E MAMÃ - QUAL É O MELHOR LEITE PARA O MEU BEBÉ?

O leite para bebés depende da idade? O leite em fórmula é bom para o meu bebé recém-nascido? O que fazer quando o meu bebé não reage bem à fórmula? Quais são os primeiros alimentos que posso dar ao meu bebé? E em que idade? Especialmente para pais recentes, os medos e as dúvidas são inúmeros, e por isso neste artigo temos tudo sobre leites e alimentação infantil.

1. Qual é o melhor leite para o meu bebé recém-nascido?

O aleitamento materno exclusivo é recomendado nos primeiros 6 meses de vida pela Organização Mundial de Saúde. Sempre que possível deve ser esta a escolha a tomar. Mas, por vezes, existe por vezes a impossibilidade de se dar leite materno ao bebé e torna-se necessário recorrer ao leite em fórmula, líquido ou em pó. Este é perfeitamente seguro e a melhor alternativa ao leite materno em diferentes fases da vida do bebé.

O investimento científico nesta área permitiu um aperfeiçoamento constante das fórmulas, que se aproximam nutricionalmente ao leite materno, hoje em dia. O leite em fórmula, ou leite de substituição, é feito com proteínas do leite de vaca, e é ideal para bebés que não tenham risco de alergias ou problemas gastrointestinais. Saiba mais abaixo qual o tipo de leite em fórmula mais indicado para cada idade e para cada necessidade específica do seu bebé.

2. O meu bebé tem cólicas e obstipação, qual o melhor leite em fórmula?

Existem no mercado produtos formulados especificamente para bebés com cólicas e obstipação. Estes leites em fórmula contêm proteínas parcialmente hidrolisadas, ou seja, de digestão mais fácil. Têm também teores de lactose inferiores à fórmula regular, que ajudam com as cólicas, prisão de ventre e sintomas associados, como a flatulência. Algumas fórmulas podem ainda conter prebióticos, que favorecem o desenvolvimento e manutenção de uma flora intestinal saudável. O seu médico ou pediatra poderá ajudar a encontrar o melhor leite em fórmula para o seu bebé.

3. O que fazer quando o meu bebé tem diarreia?

A razão para a diarreia do seu bebé poderá ser o facto de o sistema digestivo dos recém-nascidos não estar completamente desenvolvido. Muitas vezes, pequenas alterações na dieta podem causar diarreia, e a lactose presente na maioria das fórmulas pode despoletar estes episódios, por ser mais difícil de digerir.

Nestes casos, será melhor optar por um leite sem lactose, ainda que durante um curto período de tempo, para permitir a adaptação do sistema digestivo do seu bebé, aos poucos. É ainda muito importante manter o bebé bem hidratado e, se a situação persistir, aconselhamos a consultar o seu pediatra.

4. O meu bebé bolsa frequentemente. Qual é o leite mais adequado para ele?

Quando o seu bebé bolsa frequentemente, é importante dar-lhe uma fórmula que que evite o refluxo. Existem fórmulas especialmente pensadas para o seu caso, porque, sendo mais espessos, evitam os sintomas da regurgitação e também a severidade dos episódios.

Além da fórmula específica, é também importante evitar dar grandes quantidades de leite de uma só vez, e ainda evitar abanar muito o bebé para o adormecer ou acalmar, pois são fatores que potenciam a ocorrência da regurgitação.

5. Como se leem as embalagens de leite em fórmula? O que significam 1, 2, 3 nos leites?

Agora que já conhece melhor as várias formas em que o leite de substituição pode ajudar o seu bebé, saiba como interpretar corretamente as embalagens.

Esta designação numérica corresponde à idade para a qual o leite é indicado, e segue, regra geral, o seguinte esquema:

  • Leites 1 ou leites para lactentes: indicado até aos 6 meses de idade, quando o leite é a única fonte alimentar do bebé;
  • Leites 2 ou leites de transição: indicado dos 6 aos 9 ou 10 meses de idade, quando há introdução de alimentos sólidos;
  • Leites 3 e 4 ou leites de crescimento: indicados até aos 12 e aos 36 meses, respetivamente, têm em vista o crescimento do bebé e a prevenção da introdução precoce do leite de vaca.

Estas designações podem variar conforme a marca e a gama, mas são geralmente estes os intervalos de tempo e as fases de crescimento do seu bebé.

6. Como devo dar leite em biberão ao meu bebé?

Aos pais e mães de primeira viagem, todo o processo de esterilização, temperatura e quantidades de biberões, seja leite materno ou em fórmula, pode ser muito confuso. Deixamos abaixo umas dicas para que possa navegar neste mundo do leite para bebés mais facilmente:

  • Escolha a tetina e o biberão indicados à fase de crescimento do seu bebé, aconselhe-se com o seu pediatra;
  • Esterilize o biberão e a tetina, especialmente durante os primeiros meses, já que o bebé ainda não teve tempo para desenvolver todos os anticorpos;
  • Ferva a água e deixe ficar à temperatura indicada para fazer a fórmula;
  • Se preparar o leite com antecedência, guarde-o no frigorífico, mas nunca por um período superior a 24 horas;
  • Leites ou fórmulas preparadas com antecedência que estejam mais de uma hora fora do frigorífico não devem ser usados;
  • Verifique sempre a temperatura do leite antes de o dar ao bebé – o leite deve estar à temperatura corporal, e pode testá-lo com umas gotas nas costas da sua mão ou no seu pulso, por exemplo;
  • Caso aqueça o leite no micro-ondas, não se esqueça de misturar bem o líquido para homogeneizar a temperatura;
  • Deite fora o leite que o bebé não beber — não volte a usar. 

Depois de alguns meses, e de se tornar numa especialista dos biberões, chega a fase de introdução de outros alimentos. Na próxima questão abordamos algumas das principais preocupações sobre este tema.

7. E papas para bebés? Quando é que devem ser introduzidas na alimentação? E os outros alimentos?

Além da sopa, a papa de cereais é tradicionalmente dos primeiros alimentos a ser introduzido na alimentação do bebé, a partir dos 6 meses. É rica em hidratos de carbono, proteínas de origem vegetal, vitaminas e minerais e tem um elevado valor energético. Estas papas podem ser de dois tipos: papas lácteas, que deverão ser preparadas com água, visto que já contêm leite na sua composição, e papas não lácteas, que podem ser reconstituídas com leite materno ou fórmula.

Relativamente ao que não incluir nas sopas para os bebés e restante alimentação que se for introduzindo:

  • Sal: mascara o sabor dos alimentos e não permite ao bebé aprender o seu verdadeiro sabor;•Açúcar: por ser aditivo e porque pode impedir a criação de hábitos saudáveis;
  • Mel: pelo risco do desenvolvimento de botulismo;
  • Sumos de fruta, naturais ou não, e os chás e infusões: porque têm elevada acidez e propensão para causar diarreia e diminuição do apetite.

Antigamente defendia-se que alimentos alergénicos, incluindo o ovo e o amendoim, deviam ser evitados na introdução alimentar, pois apresentavam risco de reação alérgica. Os estudos mais atuais defendem, no entanto, que estes alimentos podem ser introduzidos desde o início, diminuindo o risco alérgico, comparativamente com a sua introdução posterior. No caso particular do glúten, a única ressalva é que a quantidade de glúten consumida deverá ser reduzida ao longo dos primeiros anos de vida, para prevenir a doença celíaca.

Neste artigo falámos sobre leite de fórmula e alimentação para bebés. Quando o leite materno não é possível, que leites de substituição existem, e em particular para bebés que sofrem de cólicas, obstipação, muito bolsar e diarreia. Vimos também como interpretar corretamente as embalagens de leite em pó para bebés, e ainda a introdução de papas e sopas na alimentação dos bebés. Esperamos que tenha esclarecido os pais mais curiosos!

 

Conteúdo Técnico Produzido por Carolina Rocha/ EasyFarma © 2021 Farmácia Parreira.

Fotografia © rawpixel.com - www.freepik.com

easyfarma recomenda

Produtos Relacionados

Block
A-DERMA CR UNIVERSAL HIDRA 150ML
A-DERMA CR UNIVERSAL HIDRA 150ML

A-DERMA CR UNIVERSAL HIDRA 150ML

€12,24
Block
A-DERMA CR UNIVERSAL HIDRA 50ML
A-DERMA CR UNIVERSAL HIDRA 50ML

A-DERMA CR UNIVERSAL HIDRA 50ML

€7,92
Block
A-DERMA CUTALGAN SPRAY REFRESC CALM 100ML
A-DERMA CUTALGAN SPRAY REFRESC CALM 100ML

A-DERMA CUTALGAN SPRAY REFRESC CALM 100ML

€7,28
Block
A-DERMA CYTELIUM SPRAY 100ML
A-DERMA CYTELIUM SPRAY 100ML

A-DERMA CYTELIUM SPRAY 100ML

€6,62
Block
A-DERMA DERMALIB+ CR BARREIRA 100ML
A-DERMA DERMALIB+ CR BARREIRA 100ML

A-DERMA DERMALIB+ CR BARREIRA 100ML

€9,94

Portes Grátis

Em compras superiores a 48€

COMPRAS SEGURAS

Pagamentos Certificados & Seguros

entregas 24/7

Entregas rápidas e seguras

Trocas e devoluções

Até 30 dias após recepção

log in

Não tem uma conta Easyfarma? Registe-se

registe-se


Já tem uma conta Easyfarma? Log In

Adicionado ao carrinho

Easyfarma Logo
FECHAR

Na loja Easyfarma é possível realizar a compra de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM). A venda de MNSRM está sujeita a rigorosa legislação e só pode realizada no concelho onde nos encontramos (Barreiro) e nos concelhos limítrofes como Lisboa, Montijo, Palmela, Moita, Seixal, Sesimbra e Setúbal de acordo com o Decreto-Lei nº307/2007, de 31 de agosto, a Portaria n.º 1427/2007, de 2 de novembro e o Decreto-Lei nº 128/2013, de 5 setembro.

Deste modo solicitamos que nos indique qual o seu código postal para validarmos se é possível efetuar o envio deste produto.

Obrigado

O código postal inserido é válido para adquirir medicamentos não sujeitos a receita médica.

O medicamento selecionado foi adicionado ao carrinho

O código postal inserido não é válido para adquirir medicamentos não sujeitos a receita médica.

Visite a nossa loja e descubra todos os restantes produtos.